...

... Se não aprendermos a rir das preocupações, não teremos nada de que rir quando formos velhos...

terça-feira, 19 de junho de 2012

OVNI

video



... Quando a Alien chegou ao Planeta Terra...

8 comentários:

  1. Já conhecia mas fartei-me de rir. Porque será que o desconhecido nos atrai?

    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. JP

    A piada está justamente no mistério, no desvendar, no descobrir, por isso eu não gostar de filmes ou livros do qual já se adivinha o fim, perco logo o interesse do percurso...


    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Felina

    Peço desculpa por invadir este seu espaço, tanto mais que não venho aqui comentar este post mas antes um post que uma "amiga comum" colocou no seu blog e que se dirigia a mim.

    Trata-se do post intitulado "Amigos?!" que a Teresa Santos (do "teresaeascronicas") colocou no passado dia 6.

    Nessa ocasião a Teresa não mencionou a quem se dirigia o post mas eu, ao sentir-me tão emocionada e feliz por verificar que mesmo neste espaço virtual há Amizade, não podia deixar de vir pessoalmente agradecer a cada um de vós (aqueles que lá comentaram) as palavras amigas, de ânimo, de melhoras e de conforto que me dirigiram.

    E, como diz o ditado, "o amigo do meu amigo meu amigo é", será assim que a considerarei e passarei a visitar o seu blog com toda a minha amizade e admiração.

    Já me encontro em casa, numa recuperação lenta e dolorosa mas que está a evoluir bem.

    Aproveito para também lhe devolver o abraço amigo que me enviou e agradecer os desejos de melhoras.

    Tétis

    ResponderEliminar
  4. ººº
    Eu bem me parecia que a Alien cacarejava muito. BEM APANHADO.

    ResponderEliminar
  5. E a curiosidade que ia matando o gato!...

    E para mais, corajosos, muito corajosos.

    A menina que grita, a mais bonitinha, és tu?

    Logo vi...

    Beijinho, cusca.

    ResponderEliminar
  6. Tétis

    Não tem de pedir desculpa, o meu humilde espaço está aberto a todo o publico que vier por bem, não tem que agradecer um acto que considero normal e que deve fazer parte do nosso dia a dia, e fico feliz pela sua recuperação apesar de lenta caminha no bom sentido, certamente que a sua força interior tem um papel importante nessa recuperação, força essa que será estimulada pela amizade que a circunda

    Beijinho e as melhoras

    ResponderEliminar
  7. Teresa Santos

    Quando me dirijo voluntáriamente ao desconhecido, posso ir receosa mas nunca grito...

    Beijinho

    ResponderEliminar