...

... Se não aprendermos a rir das preocupações, não teremos nada de que rir quando formos velhos...

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Estava a ver que não...

Finalmente… vou ser autarca

O dinossauro aqui do burgo nunca mais largava o osso, eu não sei o que o povo via nele, ganhava as eleições todas, não dava hipótese a mais ninguém, até que cansada de esperar pela minha vez lembrei me de por uma cunha a um deputado que foi meu amigo de infância, pronto tivemos uma relação escaldante na primaria (tocávamos nos lábios um do outro, atras de uma figueira no recreio da escola) e vai daí nasceu a ideia de limitar os mandatos, e como havia muitos mais interessados em arranjar tacho, da ideia passou-se à pratica.

Já estou em campanha,

- primeira medida: criar postos de trabalho (tenho alguns familiares e amigos desempregados)

- segunda medida: indemnizar os moradores dos prédios a leste, mandar los comprar casa para outro sitio, derrubar os edifícios e recuperar a terra boa  para agricultura,  talvez faça lá uma quinta, é isso… vou fazer uma quinta na cidade e com alguma habilidade fico com ela para mim

- terceira medida : viajar… quer dizer… dar a conhecer ao mundo as iguarias e a beleza da minha rica terra… incentivar ao turismo… trocar galhardetes…, fazer geminações com outros burgos de outros países… por ai

- quarta medida : como quatro anos é pouco, fazer um estudo de viabilidade: analisar os possíveis tachos caso não ganhe o segundo mandato, este eu ganho de certeza o principal concorrente não se pode candidatar




12 comentários:

  1. Gatonamiga

    Faço minha a afirmação da Mariposamiga! Tenho dito!

    Queres saber uma coisa, queres? A Travessa ainda está viva e recomenda-se - irreversivelmente, tá claro. E tem umas novas novas...

    Qjs

    Henrique

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sabia que também podia contar contigo :)

      Eliminar
  2. Uau...que programa fantastico!
    Boa sorte!

    Excelente*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se precisar de uma assessora convido te, mas só depois de empregar os meus familiares e amigos

      Eliminar
  3. Gatonamiga

    Já te felicitei. Entretanto...

    Na nossa Travessa há um artigo de um tal Vicente Antunes Ferreira (meu neto, 14 anos) sobre o tema candente – pelo menos para os amantes do futebol – que é a telenovela do jogador-maravilha, o Bruma, cujas andanças entre o Sporting e os muitos pontos de ??? a qual tem posto ao rubro o período de férias do chamado desporto-rei e não só… Se quiseres lá dar um saltinho, verás das habilidades do moço, muito melhores do que as do avô babado…

    Qjs

    Henrique

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois imagino Henrique, deve ter tido um bom professor...


      Beijoca

      Eliminar
  4. De quem falas concretamente? Infelizmente é uma descrição vaga que se pode adaptar a alguns tantos casos... Se fosse lá para as madeiras é que era bom! Ou será que é para as câmaras cá do continente?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Portuguesinha isto adapta-se a quase todas as autarquias, eles querem é tacho seja de que partido for

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Vão estragar o tacho a muitos juntar freguesias oh oh

      Eliminar